Aniversário de 20 anos da Premiação MVP
sexta-feira, 4 de janeiro de 2013
Há muitas histórias sobre quando e como a Premiação MVP começou. Aqui está o que nós sabemos: A inspiração para a Premiação MVP nasceu em um paraíso tropical.Vinte anos atrás - antes do Facebook ou Twitter, linhas de LAN ou cabo - haviam os fóruns CompuServe, onde especialistas em tecnologia podem discar, obter respostas para perguntas urgentes e trocar ideias.
  • Share this story on Facebook
  • Tweet this story
  • Email this story
Há muitas histórias sobre quando e como a Premiação MVP começou. Aqui está o que nós sabemos: A inspiração para a Premiação MVP nasceu em um paraíso tropical.
 
Vinte anos atrás - antes do Facebook ou Twitter, linhas de LAN ou cabo - haviam os fóruns CompuServe, onde especialistas em tecnologia podem discar, obter respostas para perguntas urgentes e trocar ideias.
 
Para ver de forma mais fácil os participantes mais ativos, Calvin Hsia, um desenvolvedor no Havaí, criou um aplicativo que tabulava o número de respostas do participante no fórum para problemas no cliente em um banco de dados. A Microsoft reconheceu o valor destes contribuidores - para a experiência do cliente e o avanço da tecnologia - e identificou 34 líderes da comunidade da "Lista de Calvin". Eles formaram a base original do Microsoft Most Valuable Professionals. "Somos frequentemente chamados como ‘Profissionais Mais Prolixos da Microsoft’”, brinca Calvin.
 
Entre esse grupo inaugural estava o MVP do Access John Viescas, que está celebrando agora seu 20º aniversário. Parabéns John! Você pode ver mais sobre a história dele no site da Premiação MVP.
 
Naqueles dias, os MVPs foram convidados a participar de Tech-Ed da Microsoft como parte de seu prêmio. "Havia cerca de uma dúzia de nós em março de 1993", lembra Calvin. "A maioria de nós se encontrou pela primeira vez após todas aquelas interações no CompuServe. Nós adoramos".
 
Destes 34 MVPs originais, a classificação dos premiados aumentou para cerca de 3.800 por ano: peritos em 90 tecnologias da Microsoft, servindo como líderes da comunidade em cerca de 90 países e ajudando em mais de 40 idiomas. Juntos, os MVPs atingem agora a quase um milhão de clientes da Microsoft
todos os dias.
 
E agora, ao invés de ser convidado para encontrar-se no Tech-Ed, os MVPs são convidados para o Encontro Global de MVPs, o maior evento de clientes no campo da Microsoft e o maior evento da comunidade no mundo. Estes dias nos eventos de Tech-Ed em todo o mundo, os MVPs foram reconhecidos como especialistas na comunidade e frequentemente servem como palestrantes populares.
 
Os MVPs não apenas melhoram a experiência das pessoas com os produtos da Microsoft, eles ajudam a melhorar também os produtos. No Encontro Global de MVPs e em conversas contínuas durante seu ano de premiação, eles fornecem um feedback prático valiosos para uma ampla variedade de equipes de produtos da Microsoft.
 
Um ano após ser nomeado um MVP, Calvin entrou na Microsoft, mudou-se para Redmond e agora é um desenvolvedor da equipe do Visual Studio. Ele ainda tem sua carta de boas-vindas de Patti Stonesifer, que depois lançou e serviu como CEO da Bill and Melinda Gates Foundation. E ele ainda possui seu mouse.
 
 
Quais são suas memórias mais recentes da Premiação do MVP?