Demonstração do Microsoft Azure pelos MVPs para milhares
terça-feira, 21 de maio de 2013
No mês passado, participantes ao redor do mundo do Global Microsoft Azure Bootcamp obtiveram uma experiência prática do que a tecnologia de nuvem pode fazer—tudo no mesmo dia.
  • Share this story on Facebook
  • Tweet this story
  • Email this story
Começou com uma ideia modesta, pelo menos em comparação com o que eventualmente ocorreu. Os MVPs do Microsoft Azure Maarten Balliauw e Magnus Mårtensson sugeriram que poderia ser legal se a comunidade pudesse organizar vários boot camps no mesmo dia. O número que eles estavam pensando era 10. O número que ocorreu em 27 de abril de 2013 foi 94.
 
“Começou há uns dos MVP Global Summits”, lembrou o MVP do Microsoft Azure Michael Wood, que juntamente com o MVP do Azure Michael Collier, participa do programa Microsoft Azure Boot Camp. “As pessoas começaram a falar sobre isto, ficar interessadas e depois quando todos se reunirão novamente para o MVP Global Summit de 2013, você podia ver que ideia estava indo para algum lugar. Mas então, Scott Guthrie (um vice-presidente corporativo da divisão de Desenvolvimento da Microsoft) mencionou em sua apresentação e a ideia explodiu”.
 
Mais de 80 MVPs engajaram-se para ajudar a organizar os eventos, que apresentaram 154 palestrantes em 194 sessões atingindo uma estimativa de 7.400 participantes.
 
 
“Normalmente as pessoas medem o poder de um produto ou plataforma somente com base em suas características. O Global Microsoft Azure Bootcamp tem demonstrado que há algo mais para levar em consideração: a comunidade. O Global Microsoft Azure Bootcamp tem sido um evento da comunidade para a comunidade", afirmou Rainer Stropek, MVP do Azure da Áustria e um organizador do bootcamp.
 
Parte do evento incluiu um laboratório de renderização global que foi criado na plataforma Microsoft Azure. O laboratório foi adaptado de uma demonstração do MVP do Azure Alan Smith escrita em 2010. O laboratório permitiu participantes de eventos de todo o mundo participar e competir nos quadros de renderização em uma animação em 3D. Todo o processamento ocorreu no datacenter do Microsoft Azure.
 
Aproximadamente 750 participantes de 50 locais em 22 países participaram do laboratório. Durante o evento um total de 9.904 instâncias de função de trabalhador foram iniciadas, com mais de 4000 instâncias sendo executadas ao mesmo tempo na segunda metade do evento. Haviam 724.059 quadros de animação traçados por raio em 3D sendo executados com um tempo de renderização total de 4 anos, 184 dias, 2 horas e 46 minutos. O tempo de computação total usado pelas 9.904 funções de trabalhados foi quase 7 anos. Isto tudo aconteceu em apenas 26 horas, demonstrando que a arquitetura com instalações de armazenamento está bem estável dentro do Microsoft Azure. 
 
“A plataforma Microsoft Azure fornece serviços que podem deslocar a Web para o próximo nível. É uma plataforma para o Web vNext,” declarou o MVP de Integração com a Microsoft Damir Dobric.
Você pode descobrir mais sobre o evento aqui.